domingo, 21 de outubro de 2018

Lost

Ainda não emagreci. Nem uma grama. Nada. Entre os 59-60 kg.

Venho aqui fazer um texto gigante porque sinto que preciso falar disso... Desculpem o sumiço.

A pressão está gigante desde que eu resolvi fazer dois cursos ao mesmo tempo (publicidade e letras), não tenho tempo para mais nada e sempre pensando em estudar, estudar, estudar.

Minha relação com os meus pais segue ruim por causa de dinheiro: é uma merda ser independente em todos os sentidos menos financeiro. Não dependo dos meus pais para mais nada mas sem ter o dinheiro lá, depositado mensalmente, não consigo ser dependente de nada no final das contas. É sempre o mesmo "B, faça isso" "B, faça aquilo" e eu tenho de fazer, afinal, o dinheiro é deles. Queria muito conseguir trabalhar mas por causa dos cursos, não consigo ter tempo... Acabo ficando o dia inteiro na faculdade.

E o maior dos problemas: insegurança com o meu peso, corpo, capacidade. Hoje estava com uma amiga em uma loja da forever 21 e todas as blusas e calças que eu olhava, só minha vinha na cabeça "não servem mais para você, idiota", até que comecei a quase passar mal no meio da loja com esses pensamentos. Me olho nas fotos e estou gigante de gorda e nenhuma roupa mais antiga me serve mais.. Já era meu tamanho P e 36/38.
Todas as vezes que alguém chega em mim me paquerando/flertando, eu deduzo que é por zoeira ou para ganhar alguma coisa com isso.. Não consigo entender como alguém me acha bonita de verdade ao ponto de me querer, com toda essa gordura.
Além disso, me sinto incapaz de realizar tudo. Já não tenho mais vontade de nada além de sumir do mundo.

Ainda sair com as minhas amigas é um problema. Me mostro desconfortável em determinados locais e sempre me vem na cabeça como elas estão magras e bonitas e eu lá... Gorda.

Finalmente me dei conta sobre como a Ana e a Mia já não rondavam mais nos meus pensamentos tão intensamente durante uma aula em que a professora mencionou sobre problemas de TA e como existiam esses sinônimos. O slide aparecia uma foto de uma balança com a legenda "Anorexia = Ana e Bulimia = Mia" e a professora ia dizendo.. "desde a época do Orkut esses sinônimos já eram usados e existem páginas que ensinam as pessoas como esses transtornos funcionam, como vomitar, tomar laxante..." e o blá blá se estendeu. Fazia algum tempo que isso não passava pela minha cabeça, infelizmente.

Hoje, enquanto ainda estava na forever e percebendo como as roupas de lojas assim não servem mais para mim, um menino me mandou mensagem me chamando para sair. Não fui. Não suporto mais a ideia de sair com ninguém até ter emagrecido de novo.

Está triste, já não consigo mais parar de comer. Passei em uma nutricionista um tempo atrás e estava seguindo a dieta e passei a comer MUITO. Muito mesmo. A única coisa que estou em feliz com a minha alimentação é que FINALMENTE me adaptei a uma dieta 100% vegetariana e estou sem comer carne faz alguns meses.. é a unica coisa que me deixa feliz!!! Só queria voltar para o meu eu de 2014/2015 e conseguir ficar sem comer.

Ando triste, gorda, desmotivada e insegura. 

Não sei mas onde achar as minhas forças, já não tenho mais capacidade... 

Simplesmente estou perdida. 

terça-feira, 3 de julho de 2018

Os maiores pesos do mundo

Sempre estamos aqui falando sobre magreza, sobre as pessoas com os menores pesos.. E estava aqui pensando, enquanto encarava meus 60 kg na balança - o maior peso desde 2014, desde que comecei com a Ana e Mia, minha época mais gordinha - e as pessoas mais gordas?

De acordo com dados da Organização Mundial de saúde, mais de 30% da população mundial é obesa.
1. Paul Mason


https://www.youtube.com/watch?v=ZkbuDnxhKkQ
De acordo com o inglês, a sua dieta de 20 mil calorias por dia é a responsável por ele ter ganhado tanto peso, mas ele também culpa o serviço público de saúde da Grã-Bretanha, que não permitiu que ele se consultasse com um especialista quando tinha apenas 180 kg.
[....]
6. Michael Hebranko

Depois de permanecer algum tempo no Hospital São Lucas, em Nova York, Hebranko diminuiu drasticamente o seu peso. O homem que pesava 411 quilos, saiu do hospital com apenas 90.
Com uma boa dieta e exercícios físicos, ele entrou para o Guinness como a pessoa com a maior perda de peso em 1990.
fonte: https://www.fatosdesconhecidos.com.br/conheca-as-10-pessoas-mais-obesas-do-mundo/

Enfim, achei digno fazer menção nesses dois e a matéria completa em si é muito interessante. E enquanto eu lia, eu pensava: como uma pessoa pode deixar chegar nesse ponto?

Mas estou eu aqui. Que no início do ano pesava 53, não comia, seguia tudo direitinho. Agora estou aqui, com 60 kg e comendo loucamente pelo menos 2000 cal por dia, fácil. Aí pergunto pra mim mesma: COMO EU DEIXEI CHEGAR NESSE PONTO?? Meu peso mais alto em anos, nunca pensei que fosse voltar para isso. Franol, dieta, nf, miar, laxantes.. Julho, me salve.


Hoje o post está tão triste que o título não combina com nenhuma música. Só combina comigo mesmo: uma pessoa com o maior peso. Gorda. 

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Eu pedi pro garçom uma dose de amor

Eu já não faço mais dieta. Eu já não cuido mais de mim. Eu só como, como, como. E engordo, engordo, engordo.

No começo do ano, antes do carnaval, estava com 53 kg e agora estou com quase 60 kg... Por descuido, por ser gorda, por não conseguir parar de comer. 
Acho que eu nunca fiquei tão foda-se para dieta como estou me mostrando ultimamente, mal vou para academia. Só como, como, como. Já não tenho mais vontade de sair com as minhas amigas lindas e magras, sempre fico de lado quando elas começam a ficar com alguém e é sempre a mesma coisa: a gordinha de vela. Qualquer roupa fica feia, 38 mal entra. Aqui estou eu mais um dia, desamparada, chorando as pitangas, colhendo o que eu plantei.. Ou melhor, colhendo o que eu já comi.
Não acho mais meu foco, minhas forças estão perdidas por ai. 


Música do título (alias, estou muito viciada mesmo sendo antiga):

domingo, 6 de maio de 2018

Where are you now? Was it all in my fantasy?

Não tenho mais foco para fechar a boca. Sigo comendo igual uma porca. E engordando. Maior peso desde 2014.
Gorda.
Gorda.
Gorda.
Ana e Mia, onde vocês estão?
Peso: 59 kg.
Meus dias estão só esse meme:


Música do título:
 

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Fucked and drank all night, acted all alright

Definitivamente, 2018 está sendo um ano e tanto para mim.
Comecei a finalmente morar sozinha!!! Me mudei de cidade por causa da faculdade e está sendo a melhor coisa que me aconteceu.. Mesmo quando tenho de voltar para casa nos finais de semana, sempre é a mesma briga com os meus pais mas pelo menos tenho sossego nos dias de semana. Esse ano me fez amadurecer muito, me fez criar responsabilidades e enfrentar novas coisas.. Ao mesmo tempo que me fez ser ainda mais livre, me fez curtir e aproveitar mais a vida.
Finalmente viajei e conheci EUA, foi uma viagem incrível, cheia de comida, cheia de família, de alegria, de coisas boas.
Estou feliz como nunca estive.

A viagem + faculdade + vida nova me fizeram ficar sem tempo de vir postar aqui, me perdoem.
Li os meus posts do começo do ano e como estava focada, como a Mia e a Ana estavam me ajudando.. Hoje em dia apenas como e não penso muito sobre, até o peso na consciência bates novamente.
Peso: 57 kg.
Engordei.
Algo tem de ser feito.
E mais uma vez eu digo isso. Talvez não a última. Estou de volta.

Música do título:

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Ela partiu e nunca mais voltou..

Ás vezes eu me pego pensando como deve ser comer e não ficar com  peso na consciência, em não querer contar as calorias, em não querer morrer por ter comido uma simples fatia de pão.
Qual será a sensação de levantar da mesa após a refeição e não querer correr direto para o banheiro? Talvez um dia eu me recorde dos tempos em que comer, pra mim, não era um problema. Por mais que eu tenha ficado um tempo sem a Ana e sem o TA, o peso na minha consciência nunca me abandonou.. Todos os dias, antes de dormir, penso e repenso tudo que eu comi. Todos os dias depois do almoço. Ou da Janta. Ou a qualquer hora do dia.
Comer pra mim é um problema em si.


Desculpem o sumiço. Muita coisa pra contar. Pouca coisa para se dizer. 


Música do título:



segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Somebody mixed my medicine

Alguém tem algum grupo de TA no wpp? Faz um bom tempo desde que eu não participo de um e gostaria de entrar novamente.. 

Finalmente achei franol para comprar e logo comprei as 2 últimas caixas que havia na farmácia. Fazia no mínimo uns 2 anos desde que eu não tomava e havia esquecido das consequências dele...

Hoje acordei triste. Não sei se é tpm ou o que (e, definitivamente, menstruar é a coisa que eu mais odeio no mundo!!! só me incha e me deixa irritada, com enxaqueca, com vontade de explodir o mundo) mas me sinto incapaz. Gostaria muito de contar para os meus amigos o que está acontecendo, sobre como não como mais que 300 calorias por dia e que quando eu como, eu vomito.. Mas não posso, não consigo. Eles vão querer me ajudar e eu sei que não posso ter ajuda agora, não ainda, não enquanto não for magra o suficiente.

Talvez seja o franol falando, ou a tpm, ou a depressão que volta a me afrontar junto com o TA.

Peso: 54,6

Música do título: