quinta-feira, 19 de abril de 2018

Ela partiu e nunca mais voltou..

Ás vezes eu me pego pensando como deve ser comer e não ficar com  peso na consciência, em não querer contar as calorias, em não querer morrer por ter comido uma simples fatia de pão.
Qual será a sensação de levantar da mesa após a refeição e não querer correr direto para o banheiro? Talvez um dia eu me recorde dos tempos em que comer, pra mim, não era um problema. Por mais que eu tenha ficado um tempo sem a Ana e sem o TA, o peso na minha consciência nunca me abandonou.. Todos os dias, antes de dormir, penso e repenso tudo que eu comi. Todos os dias depois do almoço. Ou da Janta. Ou a qualquer hora do dia.
Comer pra mim é um problema em si.


Desculpem o sumiço. Muita coisa pra contar. Pouca coisa para se dizer. 


Música do título:



segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Somebody mixed my medicine

Alguém tem algum grupo de TA no wpp? Faz um bom tempo desde que eu não participo de um e gostaria de entrar novamente.. 

Finalmente achei franol para comprar e logo comprei as 2 últimas caixas que havia na farmácia. Fazia no mínimo uns 2 anos desde que eu não tomava e havia esquecido das consequências dele...

Hoje acordei triste. Não sei se é tpm ou o que (e, definitivamente, menstruar é a coisa que eu mais odeio no mundo!!! só me incha e me deixa irritada, com enxaqueca, com vontade de explodir o mundo) mas me sinto incapaz. Gostaria muito de contar para os meus amigos o que está acontecendo, sobre como não como mais que 300 calorias por dia e que quando eu como, eu vomito.. Mas não posso, não consigo. Eles vão querer me ajudar e eu sei que não posso ter ajuda agora, não ainda, não enquanto não for magra o suficiente.

Talvez seja o franol falando, ou a tpm, ou a depressão que volta a me afrontar junto com o TA.

Peso: 54,6

Música do título:





sábado, 20 de janeiro de 2018

Já não tenho mais medo

Já não tenho mais medo de ficar sem comer, já não tenho mais medo de vomitar tudo.
Minha cabeça ultimamente gira em torno de não comer e de vomitar quando como.. A ana e a mia estão de volta e mais fortes do que nunca.
Espero que tenham vindo pra ficar.

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Por onde andam as borboletas do jardim?

Ás vezes me pego pensando em alguns blogs que eu sempre acompanhava quando criei esse, lá em 2014. Algumas simplesmente nunca mais vi postando, outras eu não me lembro bem o endereço do blog para entrar e conferir qual foi a ultima postagem, e algumas outras ainda o blog foi apagado.

Simplesmente espero que estejam bem.. Talvez blog esteja ficando "old fashion" com o instagram, facebook e etc e tal.

Nessa semana eu experimentei maconha pela primeira vez, só me deu sono e uma larica que me fez engordar. Na quarta retomei meu juízo e voltei para as minhas 300 calorias, assim como na quinta. Já hoje, na sexta-feira...
Meus problemas sempre estão na sexta e nos finais de semana. Hoje eu comi feito uma gorda que não tinha mais razões para parar de comer e recorri a mia, colocando tudo pra fora. É sempre triste.

Estou me acostumando com a fome, com o meu estômago vazio e com só comer quando realmente começo a ver pontos pretos, ou seja, quando minha pressão cai muito. Assim estou levando...

O peso de hoje de manhã era 54,8 kg, mas amanhã com certeza será maior pelo dia fádico da gorda que eu sou e fui hoje.

domingo, 14 de janeiro de 2018

Mulher bonita no bar

Suicídio é que nem uma mulher bonita num bar. Você olha ela e algo dentro de você cresce e diz ‘eu preciso dessa mulher pra mim’. Aí você pede um whisky e começa a pensar no que falar pra ela. Eu pergunto o nome dela? Ou eu chego me apresentando? Eu pergunto o que ela gosta de fazer ou tento encantar ela com as coisas que eu gosto? Você vai ficando nervoso, pede mais uma bebida e se questiona: por que eu quero essa mulher tanto? Mas você não consegue responder. É algo maior que você. Quando você finalmente toma coragem e se levanta, o caminho entre o balcão e ela parece uma eternidade. Você chega perto dela e trava. Fica com medo. Você desiste e volta pra casa agoniado por não ter conseguido falar com aquela mulher. Chega em casa e se masturba pensando naquela mulher. Você não consegue entender o conflito entre existir algo dentro de você dizendo que você quer; e, quando você tenta fazer, outra coisa dentro de você diz que não é pra fazer. Suicídio é que nem uma mulher bonita num bar. 

O final de semana foi triste. 

sábado, 13 de janeiro de 2018

Dias de peso

Sexta-feira passei o dia inteiro dentro das 500 cal até que de noite minha família veio em casa. Compulsão.
Hoje, sábado, a mesma coisa.. Comer sem conseguir parar.
Agora estou sozinha bebendo meio garrafa de vinho sozinha e com medo do resultado da balança, todo o esforço já foi pro lixo.


Update do post: miei tudo que eu bebi e comi agora. Foi eu escrever esse post e senti a mia do meu lado, passando as mãos pelo meu cabelo e dizendo "vai, coloca tudo pra fora". Assim o fiz. A consciência fica um pouco menos pesada dessa forma.


quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Dia 2 e 3

Acordei hoje com 55,5 kg e me senti melhor, voltei ao meu peso mais "aceitável".
Amanhã começa o final de semana e com ele as coisas que eu já penso que não vou conseguir me manter.. Vou voltar para o laxantes.

Ontem foi dia de 300 calorias e me sai melhor do que eu pensava. Descobri o segredo para comer bem e poucas calorias: alface + tomate + chuchu.
Consistiu em:
Café da manhã - Jejum
Almoço - Carne de patinho + alface + tomate + chuchu = 105 cal
Lanche - Presunto + queijo + café = 96 cal
Janta - Tomate + chuchu + 1 Marilan Magic Toast Integral = 63 cal
Total = 265 cal. 

Hoje o dia foi de 500 calorias.. Estou seguindo uma lógica de revisar as calorias até conseguir me adaptar o suficiente para NF ou só uma maça por dia. 
Café da manhã - Chá + 5 Marilan Magic Toast Integral + presunto = 152 cal
Almoço - Carne de patinho +  tomate + chuchu + abobrinha = 144 cal
Lanche - Nada
Janta - Shake + leite sem lactose = 200
Total = 500 cal. 

O segredo, para mim, está em entender meu corpo e ir devagar..